Vigilantes do peso.

A ideia de ficar gostosa até os 30 (temos 11 meses para trabalhar nisso) continua. Então eu substituo uma refeição por shake hipocalórico; vou à academia quatro vezes por semana, sendo que duas delas é aula com um personal trainer; diminui os doces, as besteiras durante a semana; e parei com o refrigerante (exceto no final do ano, quando eu falei pra minha mãe que não tava tomando refrigerante e ela disse: eu sei filha, por isso que comprei guaraná pra você). Tem dia que eu tenho vontade de comer o pé da mesa e os resultados aparecem com passos de formiga e sem vontade. Penso em desistir toda vez que o Personal me passa um exercício que eu não consigo terminar, mas vamo lá. Tomou coca-cola na mamadeira e achou que ia ser fácil?

O engraçado é como o número pessoas que cuidam da vida alheia duplicam quando descobrem que você quer emagrecer. Pessoas que trabalham com você no ESCRITÓRIO, ou que estudaram HISTÓRIA com você na faculdade e portanto são todas formadas em NUTRIÇÃO, adoram tecer comentários do tipo: vai tomar esse Todynho diferentemente da água com gengibre que você toma TODA manhã? Depois não emagrece e não sabe porque.

Só que um dia, eu resolvi dar o troco.

Tinha saído atrasada de casa e passei numa padaria para comprar uma latinha de chá verde e um pão de queijo. O pão de queijo eu já tinha comido, e a latinha estava em cima da minha mesa. Essa latinha era branca e tinha um detalhe vermelho. Era uma faixa estreita. Foi quando um colega de trabalho passou por lá, reparou bem na lata e disse:

– Ah, já ia brigar com você. Fica tomando shake no almoço pra tomar coca-cola no café da manhã???????? (mil pontos de interrogação inquisidores).
– Não… eu não tomo refrigerante, é um chá, 0 calorias… (com uma voz de quem tava mega tentando me explicar, sério).
– Porque, né?! Era só o que faltava, fica tomando shake pra depois tomar coca…
– Não, eu nem gosto de coca… (foi dai que eu me toquei que eu tava me explicando para um cara que apenas trabalha no mesmo lugar que eu e não tem nada a ver com a minha vida) – E quer saber? E se eu tivesse, o que você tem a ver com isso?
– Nossa, como você é grossa…
– E você é um intrometido!

Pronto. Desse eu nunca mais ouvi nada se não um modesto bom dia.

Dai eu entendi porque uma outra colega disse que não fazia dieta porque ela ficava ansiosa e comia escondido. No dia que ela falou isso, eu perguntei: escondido de quem? Oras, escondido desse monte de gente que acha que intromissão é apoio.

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s