GOLDEN EM APARTAMENTO

Foi exatamente com a frase do título acima que eu comecei a pesquisar se era possível ter um cachorro da raça Golden Retriever em apartamento.
De acordo com as pesquisas no nosso bom e velho oráculo google, era, porém, tinha que se estar disposto a ter pelos na casa toda, abrir mão da organização nível TOC, dedicar muita atenção para o período que se permanecia em casa e organizar caminhadas diárias. Mais do que uma por dia, de preferência, no mínimo meia hora por passeio.

Fácil, pensei eu, afinal: 1. para a queda de pelos, bastava escovar duas vezes por semana; 2. eu nunca fui organizada; 3. se eu vou pegar um cachorro é para dedicar tempo a ele; 4. passear com ele é a única forma de sairmos de casa.

RISOS.

Embora a Lola sempre tenha sido a coisa mais fofa do mundo: 1. ela não se deixa ser escovada sempre que queremos, e mesmo assim, a quantidade de pelos que ela solta diariamente é suficiente para fazer outro cachorro da mesma raça; 2. da vergonha receber amigos em casa com os sofás cobertos de lençóis e as paredes cheias de marcas de pata; 3. não existem mais longos happy hours. Eu sempre volto antes ou chego depois para poder ficar com a Lola mais tempo. Além disso, não existe mais a ideia de sentar e assistir televisão simplesmente. Nesse tempo, eu estou no mínimo fazendo carinho nela, do braço chegar a cansar; 4. passear com ela inclui dias chuvosos, calor extremo, ou péssimo dia no trabalho, ou dor de cabeça, ou cólica, ou cansaço, ou só preguiça.

Mas dai, os amigos que tentaram me aconselhar a não pegar na época devem pensar “eu te avisei” e no mesmo pensamento eu respondo “ainda bem que eu não te ouvi”.

Em uma viagem que fizemos sem ela, descobrimos fotos da Lola bebê na câmera, e olhávamos de vez em quando finalizando com um suspiro de saudade. A gente chega todos os dias e tem festa. Às vezes, ela só tem a necessidade de estar ao seu lado e não tem nada mais reconfortante. A gente ri quando ela assiste televisão, deita do lado quando ela tá doente, fica feliz quando ela aprende um truque novo. Nos preocupamos se ela comeu, analisamos textura de cocô ou se o cheiro do xixi está mais forte.

A verdade é que os problemas e o trabalho que dá, são muito mais fáceis de numerar do que a contrapartida, que é subjetiva.
A única coisa que eu consigo responder, é que a Lola é fofa de mais!

45 dias.

assim que chegou em casa!

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s